Transformação Digital

Mas o que é transformação digital? E como isso pode transformar o varejo? São questionamentos que podemos fazer ao ler esse título, por isso, neste pequeno texto tentarei esclarecer.  

Há uma transformação constante na própria transformação digital que acontece permanentemente na estrutura e cultura das empresas e nos costumes das pessoas. 

Em todos os segmentos encontramos intensas transformações que envolve toda cadeia do varejo, ou seja, no atendimento, na logística, na comercialização, no marketing, entre outras, onde os varejistas necessitam integrar processos físicos nos digitais (ex. Pedidos Online) e implantar soluções tecnológicas (ex. APP – Aplicativo para Smartphone), afinal esta transformação não acontece dentro das empresas para o consumidor, mas a partir da mudança nos hábitos dos consumidores e concorrentes por causa da digitalização de quase tudo (em breve de tudo!), portanto sem transformação não há acompanhamento dos novos hábitos levando à perda de clientes e mercado.  

Um bom exemplo, e que assombra muitos varejistas com lojas físicas, são as lojas virtuais, que conseguem agradar os consumidores pelos preços e opções de produtos, além da eficiência de algumas na entrega e no pagamento facilitado, por isso a cada ano cresce o faturamento através das vendas virtuais e a cada ano também crescem os investimentos dos grandes varejistas para promover essas transformações. Um caso são as lojas virtuais do Mercado Livre e Magazine Luiza que foram transformadas em “Marketplace”*, onde qualquer pessoa ou empresa pode comercializar seus produtos e serviços na internet sem a necessidade de qualquer investimento no segmento de e-commerce.  

Outro bom exemplo é a automação interna do varejo, que cria desde o atendimento até a entrega do produto uma mini linha de produção, trazendo eficiência, padronização e controle de todas as etapas, gerando valor para o produto e/ou serviço executado, já que parte do esforço humano produtivo dos colaboradores são executados pela automação, permitindo que este esforço seja empenhado na melhoria do atendimento ao cliente e na gestão do negócio, e isso acontece com baixo custo de investimento e simplicidade, pois a automação comercial requer poucas mudanças estruturais e culturais das empresas. 

Portanto, cada varejista deve buscar a transformação digital de seu negócio, afinal vivemos no século da inovação tecnológica e disrupção dos negócios, onde muitos autores consideram a Nova Revolução Industrial por já estarmos  vivendo inúmeras transformações no mercado, nas empresas e nos indivíduos.  

A MBD oferece soluções para transformar seu negócio, venha nos conhecer.

Deixe uma resposta